29 dezembro 2010

Aumenta imposto de importação de trens elétricos

Da Agência Brasil

Para atender reivindicação dos fabricantes brasileiros, a Câmara de Comércio Exterior (Camex) elevou a alíquota do Imposto de Importação de brinquedos para conter o aumento das importações do produto.

Publicada hoje (28) no Diário Oficial da União, a Resolução 92 da Camex elevou de 20% para 35% o Imposto de Importação de 14 tipos de brinquedos acabados. O aumento vai vigorar até 31 de dezembro de 2011.

Entre os brinquedos que terão a alíquota de imposto maior estão triciclos, patinetes, carros de pedais, outros brinquedos semelhantes com rodas, carrinhos para bonecos, trens elétricos, incluídos os trilhos, sinais e outros acessórios.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento e Comércio Exterior, a medida atinge, principalmente, os brinquedos fabricados na China, origem de quase 90% das importações brasileiras do setor.

Atualmente, o Brasil importa brinquedos de várias faixas de preços. Os produtos importados, segundo os fabricantes, estão competindo com os nacionais em nichos específicos e não apenas no mercado de brinquedos de menor valor.

4 comments:

Anônimo disse...

Que absurdo! Vaga... "as" fabricantes nacionais!!! É assim que pretendem melhorar a atuação de suas vendagens e qualidades de produtos no mercado? Estou chorando (com lágrimas) de tanto ódio com essa notícia! Até quando continuaremos a ser tratados como PALHAÇOS DE CIRCO nesta BOSTA (BOSTA!! MERDA!! COCÔ!! FEZES!!) de país???

Anônimo disse...

Agora tenho certeza mesmo total e absoluta que esse país é um monte de fezes!

Anônimo disse...

Frateschi vagabunda!!

Snowmeow disse...

A Frateschi não precisava disso, como única fabricante de trens elétricos brasileira (E que tem material de trens brasileiros, por assim dizer), tinha mercado garantido, por mais que hajam marcas populares na mesma escala.

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails