24 maio 2017

G12 em latão

Um antigo sonho foi realizado: finalmente pude adquirir uma G12 em latão construída pelo mestre Marcelo Lordeiro. Não foi barato e não foi fácil. Ela levou cerca de 4 meses para ficar pronta e custou uma pequena fortuna. Mas valeu a espera (e cada centavo investido). Ela é simplesmente magnífica, uma verdadeira obra de arte! O trabalho do Marcelo é fenomenal e conseguiu corresponder a quase todas as minhas expectativas. Digo quase todas por que há alguns detalhes que me incomodaram, mas que o Marcelo prontamente se dispôs a sanar. Mais adiante eu falo sobre eles.

Peças originais da moldura do truque, caixa do engate e cilindro de freio antes de fazer os moldes para cópias em latão.

Esta G12 está na escala H0, ou seja, 1:87,1 e foi construída em latão a partir de peças desenvolvidas pelo próprio Marcelo. Os detalhes são tão finos e precisos que é quase impossível não ficar maravilhado com essa miniatura. Só para ter uma idéia do trabalho envolvido, o Marcelo conta que cada moldura lateral dos truques é composta por 12 peças soldadas! O motor é Mashima, Kato ou Sagami, depende da disponibilidade no mercado. As reduções podem ser Overland (Ajin), Kato, Rapido (A-1-A), Holywoody Foundry, Proto-2000 ou Athearn (que segundo o Marcelo é a que proporciona o melhor esforço de tração), dependendo da disponibilidade no mercado ou modelo de G12.

Truque da larga injetado em latão com todas as peças soldadas.

Essa G12 é de bitola métrica, ou seja, corre em trilhos de 12mm, o que faz desse modelo um autêntico H0m. Ela veio equipada com um circuito impresso com um plug para DCC, desenvolvido especialmente para as G12 do Marcelo por um especialista americano em DCC. Eu pluguei um ESU Soundtrax com um falante de 18mm da MRC, com som gravado pelo mestre DCC Marcelo Teodoro, do Cantinho do DCC.

A pintura é ao gosto do freguês e eu escolhi o terceiro padrão da Mogiana. Adoro essa fase, com as diesel em uma única cor (azul frança) com letreiro em branco e testeira zebrada em amarelo e preto. Simples, elegante, efetivo. É provavelmente a única G12 em latão no terceiro padrão de pintura da Mogiana, já que não é uma pintura popular entre ferromodelistas. O Marcelo fez um excelente trabalho de pintura, sem qualquer problema de textura. Aliás, o acabamento fosco acetinado é maravilhoso (prefiro o acetinado ao fosco total). A aplicação dos decalques é perfeita, ou seja, não deixou qualquer vestígio do filme aparecer.

Mas... como nada é tão bom que não possa ser melhorado, aqui vão algumas críticas construtivas:

  • O azul ficou escuro. Como não há registro oficial a respeito do azul Mogiana, não dá pra culpar o Marcelo pelo azul. Ele inclusive se prontificou a corrigi-lo, baseado em qualquer referência que eu quiser indicar.
  • Os farois acendem em DC mas não acendem em DCC. Testei tudo que eu pude e nada. É provavelmente um problema no circuito impresso. Outro detalhe que o Marcelo se prontificou em resolver.
  • Os number boards não foram feitos para acender! :-(
  • A esquadria da janela principal no protótipo é em alumínio, mas no modelo está em azul.
  • As borrachas das outras janelas não vieram pintadas em preto. Entendo que este tipo de detalhe raramente vem em preto em modelos industriais, mas é de se esperar que num modelo feito a mão este tipo de detalhe esteja presente.
  • Os truques movimentam muito bem para um dos lados, mas para o outro os cilindros de freio ficam pegando na carcaça e restringem o giro. Ainda não rodei a máquina, mas prevejo que será um problema. Se isso se confirmar, a solução será reposicionar os cilindros um pouco mais para baixo.

Claro, a lista de coisas excepcionais SUPERA EM MUITO a de detalhes a serem revistos, então eu espero que essas fotos da minha G12 106 da Mogiana possam confirmar isso, afinal imagens valem mais que mil palavras.

Viu só? Não beira a perfeição? Se vc é como eu, um grande fã das G12, e não abre mão de detalhes absurdamente precisos, esta é sua melhor opção no mercado brasileiro. Encomende a sua com a MRCustom o quanto antes pois a lista de espera é grande!

4 comments:

MarceloT. disse...

Menos Alex, menos, kkk. Gostou do som?

Alex Leão disse...

O Som ficou perfeito Marcelo, obrigado!

Vanderlei Antonio Zago disse...

Ficou muito bela sim, e diferenciada... pois raros ferreomodelistas a fazem neste esquema de pintura Alex! Muito bem detalhada e, como eu (com a minha Russa 6455 Fepasa) também fiquei um pouco desapontado pelo fato dos numberboards não poderem acender. Mas acho que, pelo capricho nos detalhes e construção dessas "relíquias" feitas em latão (e sua complicada e cuidadosa montagem) supera esse detalhe operacional. Parabéns pela bela aquisição!

Alex Leão disse...

Obrigado Zago! Os number boards resolvo qualquer dia desses... não tá dificil. Concordo com vc, não são detalhes como esses que invalidam a verdadeira obra de arte que é essa máquina!

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails