23 outubro 2008

Escalas e Bitolas do Ferromodelismo

"Escala" em modelismo é a relação entre as dimensões lineares de dois itens distintos e é normalmente expressa em forma de fração. No ferromodelismo, H0 é a nomenclatura utilizada pela indústria para se referir à uma proporção de 1:87,1: a miniatura nesta escala tem uma dimensão linear 87,1 vezes menor que o objeto real que ela representa, ou seja, 1m real é representado com apenas 11,48mm na escala H0.

Existem inúmeras escalas e bitolas referentes ao ferromodelismo mundo afora. Para identificar cada uma delas, a indústria utiliza letras associadas a números, como o H0 (aga zero) do exemplo acima. Sem uma tabela e um pouquinho de paciência fica quase impossível compreender esse tipo de nomenclatura que, até onde eu sei, é exclusiva deste hobby. Meu amigo Christian Duch compilou uma tabela relacionando nomenclaturas, escalas, bitolas e outras informações para que o leitor possa ter contato com as mais comuns. A mais popular é sem dúvida a escala H0 (agá zero), rodando em bitola de 16,5mm. Minha colaboração se resumiu à adicionar as escalas e bitolas utilizadas por quem gosta de modelar bitolas estreitas como On3, On30, Sn2, 009 e outras, além de pesquisar sites interessantes que tinham potencial para demonstrar na prática a modelagem em determinada escala. Estes sites podem ser acessados clicando-se no link "exemplo" correspondente. Quando se decide praticar este hobby é muito importante escolher a escala que se vai adotar com muita calma e sabedoria. Vamos à tabela?

Designação Escala Mini Bitola (mm) Bitola Real (mm) Alguns fabricantes
III 1:19 75 1.435 Märklin na antiguidade (1891), Accucraft, Roundhouse e outros Exemplo
IIIn2 1:19 32
45
600 Accucraft, Roundhouse e outros Exemplo
II 1:22,5 54 1.435 Exemplo
IIm 1:22,5 45 914
1.000
1066
LGB, Bachmann, Kiss Exemplo
IIn2 1:22,5 26,7 600 Scratchbuilt Exemplo
I 1:32 45 1.435 Märklin, Fulgurex, Kiss, Aristocraft Exemplo
Im 1:32 32 914
1.000
1066
Exemplo
In2 1:35 16,5 600 Exemplo
0 1:48 32 1.435 Märklin, Rivarossi, Lima, Atlas, Kiss, Lemaco Exemplo
On3 1:48 22,5 914
1.000
1066
Exemplo
On30 1:48 16,5 760 Exemplo
0n2 1:48 12 600 Exemplo
S 1:64 22,5 1.435 American Flyer Exemplo
Sn3 1:64 14,3
914 Exemplo
Sm/Sn3.5 1:64 16,5
1.000
1.067
Exemplo
Sn2 1:64 10,5 ou 9 600 Exemplo
00 1:76 16,5 1435 Hornby, Peco Exemplo
009 1:76 9 600 ou 760 Peco Exemplo
H0 1:87,1 16,5 1.435 Märklin,Fleischmann, Atlas, Roco, Brawa, Athearn, Liliput, Rivarossi, Kato, Trix, Bachmann, Frateschi Exemplo
H0m 1:87,1 12 1.000 Bemo, Tillig Exemplo
H0n3 1:87,1 10,5 914
1.000
1066
Exemplo
H0e (H0n30) 1:87,1 9 760 Bemo, Minitrains, Toma Locomotive Works, Ginza Keiben Club Exemplo
Exemplo
Exemplo
Exemplo
TT 1:120 12 1.435 Tillig, Gold Coast Exemplo
Exemplo
TTm (NZ120) 1:120 9 914
1.000
1066
Exemplo
N 1:160 9 1.435 Trix, Arnold, Fleischmann, Roco, Kato, Atlas, Athearn e outros Exemplo
Nm/Nn3 1:160 6,5 914
1.000
1066
Micro-Trains, Toma Locomotive Works Exemplo
Exemplo
Z 1:220 6,5 1.435 Märklin, AZL, Freudenreich Feinwerktechnik, Micro-Trains, Z-Panzer Exemplo
Exemplo
Exemplo
Zm 1:220 4,5 914
1.000
1066
Exemplo
T 1:450 3 1.435 Eishindo Exemplo

Muita coisa não é mesmo? Mas veja o que o Christian explica aí embaixo. Depois de ler tenho certeza que você irá sair por aí dando aulas de escalas de ferromodelismo :^).

"Na antigüidade as miniaturas ferroviárias eram muito grandes devido às limitadas técnicas de fabricação quase que artesanais e aos materiais disponíveis na época, quase sempre de chapa litografada. As bitolas eram expressas em algarismos romanos, ou seja III (3) a maior delas e decrescendo para II (2) e I (1).

Como havia pouco espaço nas residências e para popularizar ainda mais o ferromodelismo para a classe média a preços mais reduzidos, criou-se a bitola 0 (zero) 1:45 e mais tarde a Märklin, fundada em 1859, lançou em 1935 a bitola 00 (dois zeros) que depois passou para metade de zero, ou seja H0 1:87, (agá zero, H de halb – metade em alemão, ou half em inglês).

Nos Estados Unidos o zero é dito como “ó” (fonética e comodidade), então passou-se a dizer “agá ó” no lugar de agá zero.

Com a popularização americana de colocar letras no lugar dos números (I para bitola 1, "O" para 0 e HO para H0), as bitolas cada vez menores desenvolvidas posteriormente, também receberam letras: TT – do inglês Top Table (em cima da mesa), N – do alemão Neun (nove), com relação à bitola de 9 mm, criada pela K.Arnold & Co. KG da Alemnha, e finalmente Z – a última letra do alfabeto pois a Märklin achou que construir uma ferrovia miniatura em escala industrial ainda menor que esta, não seria possível.

Hoje em dia a escala H0 de 1:87,1 é a mais popular no mundo todo seguida pela N de 1:160."

- Christian Duch

É isso aí! Obrigado ao Christian pela excelente colaboração. Há muitas outras escalas que não aparecem nessa tabela e até escalas e bitolas "pessoais", mas esta tabela é um bom começo para se entender essa nomenclatura que até hoje confunde muita gente.

Se você gostou do artigo, indique. Espalhe a informação e torne hoje o ferromodelismo verde-amarelo um pouquinho melhor do que foi ontém :^) É só clicar no envelope logo aí embaixo.

3 comments:

Anônimo disse...

Alex, ótimo trabalho. Gostei muito. Continue. Rafael (mineiro).

Anônimo disse...

Oi Alex;

NN3 tem 3 bitola na vida real. 3ft = 914 milímetros e calibre 3ft 6in Cabo = 1.066 milímetros

e agora bitola 4,5 milímetros Zm = 1000mm

Cheers Garth
www.nn3.ca

Marcelo disse...

Muito boa essa tabela de escalas e bitolas.

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails